O primeiro encontro


o primeiro encontro

De algum jeito eles se encontraram.


Pode ter sido pela internet, pelo amigo do amigo ou aquelas situações do acaso que eu nem imagino.


E lá estavam eles sentados do meu lado. Ele me ouviu falar português com os meus pais e estava explicando para ela a diferença entre o português do Brasil e de Portugal. Ela ficou um pouco entediada desse papo e começou a mostrar para ele como fazer para chegar na casa dela. E ela repetiu várias vezes para ele não esquecer.


Era um obvio primeiro encontro. Sabe aquela dúvida e expectativa, sabor de novidade e desejo de ir além com isso que a gente nunca sabe onde pode dar? Tudo ali misturado naquelas duas poltronas do ônibus.


Arrisco dizer que ambos estão na casa dos 60 e eu tenho certeza que até esse momento você estava achando que era um casal de adolescentes. Quem é que ama um primeiro amor depois da terceira idade?


E eles ainda me fizeram um favor. Na hora da mocinha - mocinha sim porque era exatamente assim que ela estava se sentindo - descer no ponto dela, ficaram os dois em pé no meio do corredor e deram um beijo cinematográfico enquanto uma neve tímida escorria pelo lado de fora da janela. Só ficou mais poético quando ela jogou os cabelos para o lado, mandou um beijinho para ele e disse: “amanhã eu te ligo para te explicar o caminho de novo!”.


Quanto desejo pelo segundo encontro. Enquanto nós tolos achando que nunca mais vamos sentir o coração disparar no primeiro encontro.

#primeiroencontro #amor #expectativa #larissavaiano #opoderdagravata